Vereador defende na tribuna a construção do ambulatório na Unioeste

por everton publicado 20/04/2021 15h23, última modificação 20/04/2021 15h23
A declaração de apoio foi do vereador Silmar Gallina(PSDB).

Em novembro deste ano será comemorado os 10 anos de instalação do curso de medicina da Unioeste, campus de Francisco Beltrão. Porém, desde 2013 foi o primeiro ano com atividades acadêmicas. Agora, a luta da comunidade acadêmica e política é pela instalação do ambulatório, para as atividades práticas dos cursos de saúde da Unioeste. Nesta semana, o vereador Silmar Gallina(PSDB) fez dois pronunciamentos na tribuna, a fim de defender a causa. “Hoje os acadêmicos precisam fazer as aulas práticas no Hospital Regional ou em outras casas hospitalares, dificultando o desenvolvimento das atividades, sem contar o transtorno, sendo que os professores-médicos precisam acompanhar os acadêmicos nos estágios. Se tivermos o hospital-ambulatório funcionando eles vão conseguir contextualizar a parte teórica e prática no mesmo local. E as pessoas também sairiam ganhando. Se tivéssemos o hospital funcionando, seria mais uma opção para atendimento da população, beneficiando Francisco Beltrão e toda a região”, explicou o vereador.

Silmar afirmou que já levou a reivindicação para o deputado estadual Ademar Traiano(PSDB), presidente da Assembleia Legislativa em várias oportunidades em Curitiba e também com o apoio da Administração Municipal, através do Prefeito Cleber Fontana(PSDB), que também defende a causa. “Precisamos desafogar a UPA e dar oportunidade de outros atendimentos”, acrescentou.

Para reforçar a importância do projeto, o vereador Silmar convidou o diretor da Unioeste, Adilson da Rocha, campus de Francisco Beltrão e a diretora do Centro de Ciências da Saúde, Franciele Follador, para explanar, em data a ser agendada, sobre as conquistas, desafios e objetivos futuros, além de confirmar a viabilidade de um ambulatório para a universidade.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.