Pais de crianças com espectro autista terão prioridade de atendimento

por everton publicado 10/06/2020 15h44, última modificação 10/06/2020 15h44
O projeto foi proposto pelo vereador Paulo Grohs(PSDB) e aprovado por unanimidade na Casa de Leis de Francisco Beltrão.
Pais de crianças com espectro autista terão prioridade de atendimento

Vereador Paulo Grohs(PSDB)

Desde 2013 existe uma lei municipal, que obriga o município de Francisco Beltrão a instituir políticas públicas de proteção dos direitos das pessoas com espectro autista. Nesta semana, o vereador Paulo Grohs(PSDB) apresentou uma proposta para alterar a lei e incluir a obrigatoriedade para as instituições e estabelecimentos, a inserirem ou fixarem as placas de atendimento prioritário para os autistas, com o símbolo mundial de conscientização do Transtorno do Espectro Autista(TEA).

A lei federal é recente, e, portanto, muitas pessoas não sabem desse direito, e ao se fazer a inclusão do símbolo mundial de conscientização em relação ao autismo, que se configura por um laço de fita feito por peças de quebra-cabeças colorido, além de conscientizar os familiares e os portadores da doença do direito do atendimento prioritário, também conscientizará as pessoas em geral sobre a existência da doença e a necessidade de inserir os autistas cada vez mais na vida em sociedade.

O projeto aprovado em Francisco Beltrão está em consonância com a Lei 12.764/12, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. Cabe aqui também, citar que, essas pessoas possuem direitos e obrigações, previstos na Convenção Internacional sobre Direitos da Pessoa com Deficiência, promulgado pelo Decreto 6949/09.

O Autismo é uma síndrome complexa e mais comum do que se pensa e, segundo especialistas, em um evento realizado em 2010, a ONU declarou que, segundo especialistas, acredita-se que a doença atinja cerca de 70 milhões de pessoas em todo mundo, afetando a maneira de como esses indivíduos se comunicam e interagem.

Os problemas causados por esta desordem podem variar. Existem crianças autistas que possuem inteligência e fala intactas, já outras convivem com sérios problemas de desenvolvimento na sua linguagem.

Vale ressaltar também que, quanto mais cedo for feito o diagnóstico e iniciado o tratamento do autismo, melhor será o desenvolvimento da criança.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.